Crítica || Beleza Oculta

MV5BNzA0MTMzODQ4OV5BMl5BanBnXkFtZTgwOTkyODQ3MDI@._V1_SX1500_CR0,0,1500,999_AL_
Compartilhar:

“Qual é o seu por quê”?
Collateral Beauty, título original em inglês, tem seu início com Howard (Will Smith) fazendo a pergunta acima e descrevendo aquilo que as pessoas em geral mais temem: o tempo, o amor e a morte. Sua palestra é motivacional, empolgante e inspiradora, refletindo a pessoa que seu personagem é. Entretanto, algum tempo depois da morte de sua filha, Howard, que ainda está sofrendo a perda, escreve três cartas: uma para a morte, uma para o amor e uma para o tempo. E essa é a premissa do filme.

MV5BMjQ3NDg0MzI1M15BMl5BanBnXkFtZTgwNjMzODQ3MDI@._V1_SX1500_CR0,0,1500,999_AL_

Através da dor de uma perda e do silêncio do luto, Howard passa seus dias sofrendo em silêncio e esquecendo-se de sua vida e empresa. Em contrapartida, seus amigos e sócios fazem uma jogada arriscada para tentarem trazer Howard de volta a vida.

Beleza Oculta trata de um tema emocionante, dramático em sua essência e que poderia gerar um filme cuja carga emocional o tornaria um concorrente melhor frente a outros dramas com a mesma temática. Entretanto, seu roteiro é regular e resulta em um filme apenas  assistivel. E a adição de um elenco de peso não muda esse status.

MV5BMjAxMzk2MjY1MF5BMl5BanBnXkFtZTgwMDMzODQ3MDI@._V1_SX1777_CR0,0,1777,974_AL_

Will Smith, cuja experiência em dramas muito bem avaliados  (leia-se À Procura da Felicidade), não transforma Howard em um personagem memorável. Sua atuação, embora convincente, é um tanto quanto fria. Ainda nota-se que outras tramas menores, mas que complementariam o longa de uma boa maneira, ficam apenas subentendidas ou são meramente mencionadas. E vale ressaltar que Keira Knightley é apenas um rosto bonito, já que suas expressões são quase as mesmas. Porém, ver Edward Norton, Kate Winslet e Helen Mirren atuando ainda é um deleite para os olhos.

MV5BMjQ3NDQyNzY4N15BMl5BanBnXkFtZTgwNjkyODQ3MDI@._V1_SX1500_CR0,0,1500,999_AL_

A fotografia é escura e, em sua maioria, de tons frios que, eventualmente, contrastam com focos de cores claras e vivas. A trilha sonora é boa. Emocionante e comovente na medida certa, contribuindo para que Beleza Oculta não se torne um filme ruim, mas possibilitando explorar um tema delicado e expor alguma moral, mesmo que o conjunto da obra não seja um dos dramas favoritos do ano.

Com uma fotografia com alguns focos claros e coloridos, mas em sua maioria escura  e fria; e uma trilha sonora boa, Beleza Oculta consegue abordar um tema delicado e expor uma moral da história que comove seu público.

Nota: 3/5
Imagens: Imdb.com

MV5BMTU1NTQ1NDEzMF5BMl5BanBnXkFtZTgwODMzODQ3MDI@._V1_SX1500_CR0,0,1500,999_AL_

Formada em gastronomia por uma universidade paulista, especialista em jornalismo cultural e uma artista por natureza. Apaixonada por livros, séries e cinema desde sempre.

Nina Xaubet – que já escreveu publicações em Cinefilando.


Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*