Netflix || The Crown – 2ª Temporada

The Crown
(L to R) Prince Philip, Elizabeth
Philip and Elizabeth share an intimate moment
Compartilhar:

The Crown é um sucesso. A primeira temporada (clique aqui para ler mais) contou sobre a ascensão de Elizabeth ao trono aos 25 anos de idade, após a morte de seu pai, até seu casamento com Phillip e passou por importantes marcos da história britânica. E agora, a Netflix nos brindou neste mês com uma segunda temporada igualmente incrível.

Após eventos como a saída de Winston Churchill do poder e de outros marcos muito importantes na vida de Elizabeth II, nos perguntamos o que tornaria esta temporada tão interessante quanto a primeira, já que seus episódios têm quase uma hora de duração e ultrapassam os dez da primeira temporada.

Neste ano, The Crown não está somente focada em Elizabeth e no seu desempenho como monarca, mas em aspectos mais secundários que rodeiam a vida da Rainha. Em primeira instância conhecemos outro lado do relacionamento entre Phillip e Elizabeth, que enfrentam uma crise e alguns escândalos. Paralelamente, a princesa Margareth ainda se ressente com o fato de sua irmã não ter aprovado seu relacionamento com uma pessoa próxima a família e inicia um romance com um fotógrafo que também não é bem visto.

The Crown - Elizabeth - Elizabeth writes a note to Philip
The Crown – Elizabeth – Elizabeth writes a note to Philip

Ainda, somos espectadores de importantes acontecimentos da história global que não concernem somente a monarquia, como uma manobra da Rainha para evitar uma guerra no Canal de Suez; a apresentação de personagens importantes como o presidente Kennedy e a frágil Jackie; e a mudanças na tradição da monarquia para se adequar ás mudanças na sociedade, como o primeiro discurso natalino televisionado de Elizabeth (inclusive a própria Rainha mencionou o fato no discurso deste ano).

The Crown (L to R) Elizabeth, Prince Philip Queen Elizabeth II formally makes Philip a British Prince
The Crown
(L to R) Elizabeth, Prince Philip
Queen Elizabeth II formally makes Philip a British Prince

The Crown reflete o mistério que a vida dos monarcas têm sobre a sociedade. Desperta a dúvida, o prazer e mantém o espectador interessado em cada um dos seus episódios, pois consegue percorrer importantes eventos históricos, crises e flashbacks com muita sutileza. Não há um ponto sequer no roteiro que possa ser criticado de maneira negativa. Pelo contrário, há pontos, como o crescimento do personagem Phillip, que o tornam tão interessante quanto a própria rainha; ou o envolvimento de um membro da família real com nazistas; ou até mesmo, as próprias dúvidas da rainha quanto a “parecer uma mulher mais velha”, “menos moderna”, “antiquada”, ficam claros para os espectadores.

A única parte ruim, é que no próximo ano o elenco principal será trocado, em virtude do envelhecimento dos personagens e não teremos Claire Foy, Vanessa Kirby ou Matt Smith. Isso deixa aberto para dúvidas se os próximos atores conseguirão manter o alto padrão que uma das melhores produções da netflix se encontra, mas isso fica para outro momento.

Galeria || The Crown – 1ª Temporada

 

Formada em gastronomia por uma universidade paulista, especialista em jornalismo cultural e uma artista por natureza. Apaixonada por livros, séries e cinema desde sempre.

Nina Xaubet – que já escreveu publicações em Cinefilando.


Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*