Crítica || Extraordinário

MV5BMTU0NzA1NTA2N15BMl5BanBnXkFtZTgwNjA4Mjc0MjI@._V1_SY1000_CR0,0,1504,1000_AL_
Compartilhar:

Todos precisam assistir Extraordinário pelo menos uma vez na vida. E se você é daqueles que gostem de ler os livros que originaram as adaptações cinematográficas, então deveria fazê-lo também. E, digo mais, talvez as escolas e os pais devessem mostrar este filme aos seus alunos e filhos, porque assim talvez, poderíamos construir uma sociedade melhor.

O filme dirigido por Stephen Chobsky tem cerca de 1h50 de duração e, surpreendentemente, não é um drama enfadonho que arranca lágrimas dos seus espectadores a qualquer custo. Aliás, as quase duas horas de exibição foram o suficiente para contar toda a história de Auggie com começo, meio e final. Wonder, em inglês, é repleto de referências á cultura pop. Auggie é fã de Star Wars e, em diversos momentos, temos cenas de lutas com sabres de luz, com o Chewbacca, um Sith (em referência a aparência de Auggie), e até mesmo a filmes como Dirty Dancing e Pânico, sem esquecer de mencionar diversas cenas cômicas bem trabalhadas em meio ao drama de August.

Auggie, vivido por Jacob Tremblay (de O Quarto de Jack) é um garoto com uma sindrome chamada Treacher Collins, que faz com que seu rosto tenha uma deformação. Auggie já passou por 27 cirurgias que o fizeram ouvir, falar, respirar e enxergar melhor; e até então, ele viveu toda a sua vida sendo ensinado por sua mãe em casa. O início do filme se dá com a apresentação do personagem, narrado pelo próprio, e em sua ida á escola pela primeira vez. Os pais, vividos por Julia Roberts e Owen Wilson, temem que ele não suporte a pressão de enfrentar a escola pela primeira vez e continue se escondendo do mundo.

Stephen Chobsky, que dirigiu o excelente As Vantagens de Ser Invisível, consegue passar de um ponto de vista á outro com leveza. Ele não esquece de apresentar e se aprofundar nos personagens secundários á história de Auggie, como sua irmã, por exemplo, que se vê negligenciada por sua mãe e que precisa desse afeto, mas que entende que seu irmão é quem precisa dessa atenção.

O elenco de Extraordinário, faz jus ao nome do filme.  Há vários destaques que merecem ser mencionados, como a participação de Sonia Braga, interpretando a avó de Auggie e Via (sua irmã); a atuação de Isabela Vidovik (Via), que precisa da atenção dos pais e que é simplesmente incrível em suas últimas cenas; Jack Will e Summer, amigos de Auggie, sendo que o primeiro representa muito bem o que acontece muito se trata de amizades na escola, e Summer que é incrivelmente inteligente e compreensiva.

Extraordinário um filme maravilhoso, apaixonante e muito bom. Arranca lágrimas dos espectadores, entretém e nos comove na medida certa. Sua história e a atuação de Jacob Tremblay é imperdível. E se você quer saber mais sobre o livro, é só ler nossa resenha clicando aqui. <3

 

Formada em gastronomia por uma universidade paulista, especialista em jornalismo cultural e uma artista por natureza. Apaixonada por livros, séries e cinema desde sempre.

Nina Xaubet – que já escreveu publicações em Cinefilando.


Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*