Em DVD || Fragmentado

wUpX6THcOim8p9R6J5f9aszhqyf
Compartilhar:

Confesso que demorei horrores para assistir Fragmentado, embora todos dissessem coisas muito boas sobre o longa. Em parte, confesso novamente, essa demora se deu por achar que o filme seguiria uma linha tão tensa quanto O Sexto Sentido, julgando que Shayamalan fosse nos apresentar uma obra assim. Em 1999, M. Night Shayamalan nos apresentou o incrível O Sexto Sentido. E o longa foi tão bom, intenso, aterrorizante na medida e com o plot twist do século, que  é conhecido até hoje, completando quase duas décadas.

O filme gira em torno do rapto de três garotas adolescentes e de seu captor, um homem com Transtorno Dissociativo de Identidade e que apresenta ao todo 23 identidades diferentes. O foco, é claro, está em James McAvoy que entra e sai das identidades de maneira tão natural quanto é possível. É legal observar que ele consegue cativar o espectador e tornar seus personagens ainda mais interessantes, como se 23 identidades não o fosse por si só… Desde um menino de 9 anos de idade, á uma senhora, um maníaco por limpeza e organização, um estilista e muito mais.

Shayamalan usa de luz, sombra, trilha sonora e enquadramentos certeiros que resultam em um espetador ansioso e tenso, mas que consegue rir (mesmo que de nervoso) de algumas tiradas cômicas. Mas como eu disse antes, acabei ficando um pouco receosa de assistir porque não sou um exemplo quando se trata de suspense, apesar de gostar do gênero, contudo, não foi exatamente o que eu esperava. Ou melhor, nada tão assustador quanto O Sexto Sentido, mas tão bom quanto.

Nota: 4/5

Formada em gastronomia por uma universidade paulista, especialista em jornalismo cultural e uma artista por natureza. Apaixonada por livros, séries e cinema desde sempre.

Nina Xaubet – que já escreveu publicações em Cinefilando.


Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*