Crítica || O Estranhos que Nós Amamos

MV5BMTY2NzYwNjAxNl5BMl5BanBnXkFtZTgwOTE5NzY0MjI@._V1_SX1500_CR0,0,1500,999_AL_
Compartilhar:

O Estranho que Nós Amamos

A convite da Cinnamon Comunicação fomos ao MIS – Museu da Imagem e Som em São Paulo para a pré-estreia do filme The Beguied, titulo original em inglês para o novo longa da diretora (minha preferida, diga-se de passagem) Sophia Coppola. O filme marcava a abertura do music vídeo festival 2017 que premia os melhores videoclipes .

MV5BMTg5MzE5NzQ3Ml5BMl5BanBnXkFtZTgwMDcxNTA2MjI@._V1_SX1500_CR0,0,1500,999_AL_

Aclamado no Festival de Cannes deste ano, onde Sofia Coppola ganhou prêmio de melhor direção, o drama “O Estranho Que Nós Amamos” (The Beguiled) tem exibição especial no Music Video Festival 2017, em uma homenagem a diretora que começou sua carreira com a direção de videoclipes e que tem na impecável trilha sonora de seus longas uma marca inconfundível. A exibição é uma parceria entre o Music Video Festival, Universal Pictures e o MIS, Instituição da Secretaria do Estado de Cultura de São Paulo.

MV5BNDg0ODgwNTA4MF5BMl5BanBnXkFtZTgwNzgxNTA2MjI@._V1_SX1500_CR0,0,1500,999_AL_

Em O Estranho que Nós Amamos, um soldado ferido é encontrado por uma menina que vive em uma escola para moças junto á outras alunas. A menina, tendo uma boa atitude e fazendo o que um bom cristão deve fazer, leva o soldado para a casa e pede ajuda ás outras.  Refilmagem do sucesso de 1971 e adaptado do livro homônimo de Thomas Cullinan, o filme é ambientado durante a Guerra Civil em uma escola dedicada a meninas no sul da Virgínia. As meninas encontram um soldado machucado (Collin Farrell), que precisa de cuidados médicos, fornecem abrigo e cuidam de suas feridas. Mas, com sua chegada, a casa é estranhamente tomada por uma forte e perigosa tensão sexual que gera rivalidade entre as estudantes. O elenco tem ainda Nicole Kidman, Kirsten Dunst, Elle Fanning, Emma Howard, Oona Laurence, Angourice Rice e Addison Riecke.

MV5BMTg5NjY3NDYxMl5BMl5BanBnXkFtZTgwMjI5ODgyMjI@._V1_SY1000_CR0,0,674,1000_AL_

O longa tem uma fotografia clara. Os tons pastéis e claros utilizados na produção, assim como a utilização da luz natural através de um amanhecer em meio a um nevoeiro dão um tom um tanto quanto gótico se analisarmos a paisagem como um todo. A diretora, tão conhecida por suas trilhas sonoras, nos apresenta uma trama cuja trilha principal é o canto de pássaros e a ausência de som que combina perfeitamente com o isolamento da escola.

Apesar da constante presença do soldado Cabo (Colin Farrel) na maior parte da trama, mesmo que com poucos diálogos, o foco está na forma como as outras personagens agem em relação ao visitante, “amando-o de maneiras diferentes”. O conflito principal está entre Edwina (Kirsten Dunst) e Alicia (Elle Fanning) e até onde uma mulher frustrada e uma adolescente com os hormônios a flor da pele podem ir. É interessante notar que, apesar das boas cenas com tiradas cômicas durante toda exibição, o suspense gerado pela expectativa ao desfecho é igualmente mantido até o último instante.

O Estranho que Nós Amamos é uma obra singela, perto de outras da cineasta, mas extremamente bem feito. Com um roteiro bem finalizado (mais curto que o do original de 1971) e com aspectos técnicos muito bem aproveitados, o longa acaba se tornando uma opção interessante, principalmente se tratando de Nicole Kidman, Kirsten Dunst e Elle Fanning. O destaque está na maravilhosa Kirsten Dunst, que nos apresenta uma personagem de expressões quase nulas, que denunciam uma vida reprimida sob as ordens da dona da escola. Sophia Coppola, mais uma vez, consegue surpreender ao nos apresentar um filme limpo, sem exageros e com um tom quase melancólico (que me lembrou as Virgens Suicidas) que agrada aos seus fãs e, talvez, quem goste de um bom suspense.

A data de estreia oficial nos cinemas brasileiros é 10 de agosto.
O ESTRANHO QUE NÓS AMAMOS (THE BEGUILED), DE SOFIA COPPOLA
EUA, 2016, 90 min
Exibição com legendas em português
Distribuição: Universal Pictures
Classificação indicativa: 12 anos
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=2gZvq43GgKE

MV5BNTY5MjAzMzM3OF5BMl5BanBnXkFtZTgwNjgxNTA2MjI@._V1_SX1500_CR0,0,1500,999_AL_

Formada em gastronomia por uma universidade paulista, especialista em jornalismo cultural e uma artista por natureza. Apaixonada por livros, séries e cinema desde sempre.

Nina Xaubet – que já escreveu publicações em Cinefilando.


Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*