Crítica || Homem Aranha – De Volta ao Lar

Homem-Aranha-De-Volta-ao-Lar-poster
Compartilhar:

Homem- Aranha – De Volta ao Lar é diferente. Esqueça todos os filmes já vistos anteriormente, porque agora estamos falando de mais um herói adicionado universo cinematográfico da Marvel. Pudemos ter uma breve noção do perfil do “novo” herói quando este fez sua grande estréia ao roubar o escudo do Capitão América em Capitão América: Guerra Civil. Tom Holland foi o destaque, muito mais que o próprio filme, quando entrou em cena na pela do aranha.

Em sua 2ª versão cinematográfica, aquela estrelada por Andrew Garfield, o roteiro cometia o erro de recontar a história (e as origens) de Peter Parker e sua descoberta como super-herói. Apesar do longa ter sido feito de maneira dinâmica, com um roteiro mediano, mas mascarado por bons efeitos especiais, O Espetácular Homem-Aranha não foi o preferido do publico, que ainda gostava da primeira versão. Diferente ainda da sua primeira aparição nas telonas, o roteiro de Homem-Aranha – De Volta ao Lar acerta quando não reconta sua origem e, principalmente, dá o tom certo ao personagem, que em suas versões anteriores era representado por um ator de 25/30 anos que ainda estava no ensino médio.

Mas, talvez a principal sacada de De Volta ao Lar esteja na maneira como o personagem foi inserido no universo Marvel e como se deu sua continuação, nos mostrando os problemas que o adolescente Peter Parker enfrenta e seu crescimento como herói dentro do contexto estabelecido pelo filme. Através de cenários como a escola, o apartamento e o bairro, conhecemos a realidade de Peter e sua luta para se estabelecer como um “herói do bairro”. E, ainda, é possível citar referências á outros longas do universo Marvel e que amarram as pontas soltas, como por exemplo: qual o destino dos destroços dos alienígenas que invadiram Nova Iorque em Os Vingadores?

A resposta para a pergunta anterior está no vilão Abutre, interpretado por Michael Keaton, um catador de tralhas que vende armas criadas com peças alienígenas e que vê nos Vingadores a sua ruína. Também não pude deixar de reparar que Michael Keaton como Abutre ficou parecidíssimo com seu personagem em Birdman.

Homem Aranha: De Volta ao Lar tem bom roteiro euma sacada interessante, mesmo com algumas falhas, mas a direção se sai bem ao nos apresentar um adolescente que está o tempo inteiro tentando se exibir para provar que é um vingador (ou pelo menos digno de tentar ser um) e cometendo erros, porque é isso que torna a atuação de Tom Holland muito boa. Com Tom Holland completamente à vontade e um elenco coadjuvante coeso e convincente, trata-se de um início com o pé direito neste universo juvenil agora habitado pelo Cabeça de Teia nas telonas que, desde já, conta com o auxílio luxuoso do Universo Cinematográfico Marvel já estabelecido, seja em seus cânones ou na habitual competência na execução.

Formada em gastronomia por uma universidade paulista, especialista em jornalismo cultural e uma artista por natureza. Apaixonada por livros, séries e cinema desde sempre.

Nina Xaubet – que já escreveu publicações em Cinefilando.


Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*