Autores || Graciele Ruiz

1174253_562851470466709_726268719_n_
Compartilhar:

Sobre a autora:

1174253_562851470466709_726268719_n_Graciele Ruiz nasceu em Campinas, onde mora até hoje. Tem vinte e dois anos, é bancária e estuda Ciências Econômicas na PUC-Campinas. Os livros sempre estiveram presentes em sua vida, pois acredita inteiramente no poder deles e na magia que podem trazer para a sua vida. No entanto, foi aos treze anos, com O Diário da Princesa, da autora Meg Cabot, que descobriu sua paixão pela escrita. Desde então, escreveu várias estórias e contos. Ainda no colégio, no ano de 2007, começou a escrever O Senhor da Luz e desenvolver seus primeiros personagens, conseguindo concluir este que é seu primeiro romance em 2013.

Sobre o livro:

1600055_562850760466780_1857082837_n

Dados do livro:
Páginas: 320
Edição:
Preço: R$ 39,90
Formato: 14×21
Acabamento: Brochura
ISBN: 978-85-428-0145-3
Categoria: Ficção; Literatura Brasileira

Sinopse: Em uma jornada pelo destino de Datahriun suas asas serão capazes de alcançar a luz? Lícia se sentiu muito sozinha quando o seu avô morreu, deixando uma chave e um pedido. Essa chave abria uma caixa muito poderosa, capaz de fazer viver, novamente, um planeta já morto: Datahriun. Porém, ela só poderia ser aberta por cinco chaves. A de seu avô era somente uma delas, e o seu pedido era para que Lícia as reunisse e encontrasse os seus guardiões. Desse modo, eles poderiam fazer o que ninguém havia feito antes. O Senhor da luz é uma estória sobre sonhos, guerras, amizades, tristezas e amor. Uma saga insana pela recuperação de Datahriun, onde vivem criaturas misteriosas com poderes fantásticos. Um lugar onde a magia é somente o começo!

Primeiro Capítulo || Facebook O Senhor da Luz || Skoob || Resenha

Facebook Escritora Graciele Ruiz || Skoob da Autora || Twitter || Instagram || +Google

Onde Comprar:

Editora Novo Século

Formada em gastronomia por uma universidade paulista, especialista em jornalismo cultural e uma artista por natureza. Apaixonada por livros, séries e cinema desde sempre.

Nina Xaubet – que já escreveu publicações em Cinefilando.


Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*